Tags

,

Salam!

E amanhã é dia de Arafah.Dia que os peregrinos chegam ao monte de Arafah,a parte mais importante de todo o Hajj.O Hajj é a peregrinação a Makkah,no qual muçulmanos que tiverem condições financeiras devem fazê-lo.O Hajj começou hoje  e amanhã é o segundo dia,dia em que os muçulmanos chegam ao monte de Arafah.Foi nesse dia que o Profeta deu o seu “Sermão de despedida” e dia no qual o Islam foi aperfeiçoado e concluído,e é isso que comemoramos amanhã,o aperfeiçoamento do Islam.

Os muçulmanos que não estão no Hajj devem jejuar em busca da remissão dos pecados e para relembrar dos acontecimentos que ocorreram nesse dia,além de lembrar dos outros irmãos que se encontram no Hajj,no Monte de Arafah.

Abaixo segue um texto falando da importância do jejum do dia de hoje.

Jejum do dia de Arafah:

Expiação para os pecados

Foi relatado de Abu Qutaadah que o Mensageiro de Deus foi questionado sobre o jejum no dia de ‘Arafaah. Ele disse: “Ele expia os pecados do ano anterior e do próximo ano.” (Muslim)

Imaam al-Nawawi (um grande sábio do Islam) explicou: “Jejuar no dia de ‘Arafaah expia os pecados por dois anos e no dia de ‘Aashooraa’ expia os pecados por um ano. Quando uma pessoa diz ‘Aameen’, coincide com o ‘Aameen’ dos anjos, e será perdoada de todos seus pecados anteriores…Cada uma das coisas que aqui mencionamos trará a expiação. Se houver pecados menores que necessitem ser expiados, então a expiação será aceita; se não houver pecados menores ou maiores, os bons atos serão acrescentados em sua conta e a pessoa será elevada em sua posição … Se ela tiver cometido pecados maiores mais nenhum pecado menor, esperamos que seus pecados maiores sejam reduzidos.”

É o dia em que a religião (Islam) foi aperfeiçoada e graça de Deus foi concluída

Certa vez, um judeu veio até Ummar ibn al Khattab (companheiro do profeta e califa) e lhe disse que se o versículo “Hoje, completei a religião para vós; tenho-vos agraciado generosamente” tivesse sido enviado para seu povo, eles teriam tomado este dia como um dia de festa. Então Ummar lhe disse:

“Nós sabemos em que dia e em que lugar ele (o versículo) foi revelado ao Profeta. Foi quando ele estava em ‘Arafaah numa sexta-feira.”

É o dia do perdão para os pecados, a libertação do Fogo e orgulho pelas pessoas que estão no monte Arafaah
Em Sahih Muslim foi narrado de Aisha que o Profeta disse: “Não há dia em que Deus mais liberta as pessoas do fogo do que no Dia de ‘Arafah. Ele se aproxima e manifesta o seu orgulho para os anjos, dizendo: ‘O que essas pessoas querem?'”

Foi relatado a partir de Ibn ‘Umar que o Profeta disse: “Deus manifesta o seu orgulho para os seus anjos, no momento do ‘Ishaa (última oração diária) no Dia ‘de Arafah, sobre as pessoas de ‘Arafah . Ele diz: ‘Olhe para meus servos que vieram desarrumados e sujos.'” (Narrado por Ahmad e classificado como saheeh por al-Albani)

Fonte

E agora,deixo aqui o último sermão do Profeta.Um sermão muito lindo,feito no Monte de Arafah:

Sermão de Despedida:

“Ó Povo, preste atenção, porque eu não sei se estarei entre vocês novamente depois desse ano.  Portanto, ouçam o que estou dizendo com muita atenção e levem essas palavras para aqueles que não puderam estar presentes aqui hoje.

Ó Povo, assim como consideram esse mês, esse dia e essa cidade como sagrados, considerem a vida e a propriedade de todo muçulmano como sagrados. Devolvam os bens que lhes forem confiados aos seus legítimos donos. Não prejudiquem uns aos outros para que ninguém os prejudique.  Lembrem que encontrarão seu Senhor, e que Ele pedirá contas de seus atos. Deus proibiu a usura (juros) e, portanto, todas as obrigações baseadas em juros devem ser renunciadas. O seu capital, entretanto, deve ser mantido. Não devem infligir nem sofrer qualquer injustiça.  Deus julgou que não deve haver juros e que todo o juro devido a Abbas ibn Abd’al Muttalib deve, portanto, ser renunciado…

Tenham cuidado com Satanás, pela segurança de sua religião.  Ele perdeu a esperança de desviá-los nas grandes coisas, então fiquem atentos para não o seguirem nas pequenas coisas.

Ó Povo, é verdade que têm certos direitos em relação às suas mulheres, mas elas também têm direitos sobre vocês. Lembrem que as tomaram como esposas somente sob a custódia de Deus e com Sua permissão. Se elas mantiverem os seus direitos então a elas pertence o direito de serem vestidas e alimentadas com gentileza. Tratem bem suas mulheres e sejam gentis com elas, porque elas são suas parceiras e ajudantes dedicadas. É seu direito que elas não façam amizade com quem não aprovem, e também que sejam castas.

Ó Povo, me ouçam com atenção, adorem a Deus, façam suas cinco orações diárias, jejuem durante o mês de Ramadã, e paguem o Zakat.  Façam o Hajj se tiverem os meios.

Toda a humanidade descende de Adão e Eva.  Um árabe não é superior a um não-árabe, nem um não-árabe tem qualquer superioridade sobre um árabe; o branco não tem superioridade sobre o negro, nem o negro é superior ao branco; ninguém é superior, exceto pela piedade e boas ações.  Aprendam que todo muçulmano é irmão de todo muçulmano e que os muçulmanos constituem uma irmandade. Nada que pertença a um muçulmano é legítimo para outro muçulmano a menos que seja dado de livre e espontânea vontade. Portanto, não cometam injustiças contra vocês mesmos.

Lembrem que um dia se apresentarão perante Deus e responderão pelos seus atos. Então fiquem atentos e não se desviem do caminho da retidão após eu partir.

Ó Povo, nenhum profeta ou apóstolo virá depois de mim, e nenhuma nova fé nascerá.  Reflitam bem, portanto, ó povo, e compreendam as palavras que eu lhes transmito.  Eu deixo duas coisas, o Alcorão e o meu exemplo, a Sunnah, e se os seguirem jamais se desviarão.

Todos aqueles que me ouvem devem passar minhas palavras adiante muitas vezes; e que os últimos compreendam melhor as minhas palavras do que aqueles que me ouvem diretamente.  Seja minha testemunha, Ó Deus, de que eu transmiti a Sua mensagem para o seu povo.”

Assim o amado Profeta completou seu Sermão da Despedida e ao fazê-lo, próximo da congregação de Arafat, a revelação desceu:

“…Hoje, completei a religião para vós; e vos escolhi o Islam como religião…”   (Alcorão 5:3)

Então irmãos e irmãs vamos aproveitar esse dia para jejuarmos,nos lembrarmos de Deus e para fazermos Dua (súplica),pois no dia de Hoje,os duas feitos tem mais chances de serem atendidos!

Maa Salama e Feliz dia de Arafah!


Anúncios