Tags

, ,

Salam!

O post de hoje é um texto retirado do blog Muslimah Fashion,escrito pela irmã Andreza Hana (quem também escreve o blog Meu amor paquistanês),e é um post direcionada mais para muçulmanas,principalmente as recém convertidas,ou para aquelas que pretendem se converter. 

As vestes da mulher muçulmana 

Assalamu Waleikum (A paz esteja com você)

Hoje vou fazer um post diferente, direcionado as mulheres muçulmanas (convertidas ao islam), principalmente aquelas que ainda nao aderiram ao uso do hijab (véu) e vou soltar o verbo porque se eu usar meias palavras isso dará o direito das coisas serem interpretadas de forma distorcida e esse nao é o objetivo. Lembrando que a intençao do post nao é ofender ou magoar quem quer que seja, mas somente ajudar as muçulmanas recém convertidas, que muitas vezes se sentem perdidas e sem saber direito como se vestir.

Você nao pode se converter ao islam, se dizer muçulmana e continuar sendo sensual na forma de se vestir. Que história é essa? Quando eu me converti ao islam, muitas coisas em mim mudaram e uma delas foi a maneira de me vestir. Tá certo que eu nao mudei do dia pra noite, mas eu comecei a me auto-examinar e senti a necessidade de uma mudança completa. Na hora de me vestir eu sempre lembro que está escrito no Alcorao Sagrado que devemos nos vestir com modéstia, e uso do bom senso.

Eu me converti ao islam em pleno verao, na cidade onde moro atualmente em SC, faz 42º C em dias mais quentes, sem nenhuma ventilaçao. Imaginem só? Imaginou? Eu sentia muita dificuldade em mudar a forma de me vestir e, muitas vezes, mesmo sem intençao de ser sensual e desejada pelos homens, muitas vezes eu saia de casa com uma calça apertada, complementada por uma blusa de alcinha, isso quando eu nao saia de bermudinha e regata.

Mesmo nao fazendo o tipo “gostosona” os homens olhavam e muito! Isso me irritava profundamente! Eram muitas piadinhas de mal gosto, mas o que eu podia fazer, se era eu mesma que causava essa situaçao com minha forma de vestir. Eu nao podia nem reclamar, nao é mesmo? Vamos ser sinceras, a mulher nao precisa ser necessariamente “bela” pra chamar a atençao dos homens, basta ser mulher e deixar o corpo mais exposto e pronto! Eles já ficam falando bobagens, nao dá pra evitar! Essa é a natureza deles e a maioria nao se controla e nao respeita.

Entao, você se pergunta: “que mal tem nisso?” Tem um mal enorme sim, pois como eu poderia dizer para as pessoas que era muçulmana se minha forma de vestir nao condizia com minha religiao#vergonha!

Agora me diga uma coisa, como uma mulher pode se dizer muçulmana tendo o mesmo comportamento de antes? Vestindo roupas sensuais, apertadas, decotadas, transparentes, mostrando um pouco dos seios, tomara-que-caia, alcinha, frente única, de um ombro só, barriguinha de fora…humm…será que esqueci alguma coisa? Ah! Tem também aquelas calças de cintura mais baixa, que quando levanta o braço aparece a “barriga”, quando abaixa aparece o “cofrinho”. E depois quer pousar de “santa”. Isso nao faz sentindo né minha gente?

Tá certo que algumas ainda nao mudaram por falta de orientaçao, já outras fazem isso porque querem mesmo e ficam inventando desculpas esfarrapadas do tipo: “nao sei me vestir de outro jeito”, “tá calor demais”, “nao tenho condiçoes de mudar agora”…no fundo isso sao apenas desculpas, na verdade ainda falta algo, falta um desejo sincero de mudar, de se tornar uma muçulmana de coraçao e seguir o que diz o Livro Sagrado.

Eu concordo que muitas ainda nao se sentem preparadas, ou nao podem, aderir ao uso do hijab (véu), ou mesmo mudar o estilo das roupas radicalmente. Allah conhece o coraçao de cada um de nós e sabe das dificuldades que temos. Nem to dizendo que você deve passar a usar abaya (vestido islâmico) com hijab, nao, nao é isso!! Mas, existem mil maneiras de se vestir sem ficar sensual ou vulgar. A calça tá apertada? O bumbum tá evidente? Coloca uma bata mais larguinha e mais comprida, cobrindo o bumbum e pronto! A blusa é transparente? Coloca uma básica por baixo. A blusa tem um ombro só? Coloca um casaqueto ou uma jaqueta por cima e pronto! E de agora em diante, comece a comprar roupas do seu tamanho real, jamais apertadíssimas. Vá mudando aos poucos, sempre usando o bom senso.

Você sabia que os nossos ombros sao uma das partes mais sensuais do nosso corpo? Por isso evite usar tomara-que-caia, blusa de um ombro só e de alcinhas. Evite parecer sensual e chamar atençao masculina, pois você sabe muito bem que isso é haram (pecado). Ah! É claro que nem eu e nem ninguém tem nada a ver com a tua vida, mas antes de sair de casa se olhe no espelho e use a sua consciência, se você sentir que a roupa nao está legal, troque imediatamente. Pergunte a si mesma nessa hora: será que estou agradando a Deus vestida dessa maneira? Nao se preocupe com o que os outros vao pensar. Se alguém que você esperava que fosse uma muçulmana exemplar te decepcionou, nao desanime, muito pelo contrário, dê o melhor exemplo possível.

Agindo dessa forma você nao estará agradando somente a Deus, mas estará ajudando a outras mulheres reais, através das suas atitudes, nao somente por causa das roupas, mas o caráter também como um todo. É muito importante cuidar também do interior, pois nao adianta se vestir toda certinha e ser podre por dentro. A nossa vida deve mudar como um todo, exterior e interior.

“Ó filhos de Adao, enviamos-vos vestimentas, tanto para dissimulardes vossas vergonhas, como para o vosso aparato; porém, o pudor é preferível! Isso é um dos sinais de Deus, para que meditem.” (Alcorao Sagrado 7:26) 

Acho que a Irmã Andreza disse tudo.

Maa Salama!

Anúncios