Tags

,

Salam!

Continuação sobre o Funeral Islâmico

A oração do Funeral:  

A oração do funeral é um dever religioso para com o falecido.A pessoa que deve fazer a oração é a pessoa que o falecido tiver escolhido desde que não seja um imoral e deve ser muçulmano.Caso não tenha escolhido ninguém,vem por ordem de preferência: o dirigente ou seu delegado, a seguir o pai do defunto, o seu avó, ou o seu bisavó, depois o filho do falecido, seu neto ou bisneto, depois destes o mais íntimo parente.

A oração ocorre da seguinte maneira:

  • Torna-se a resolução de executar a oração do funeral sobre o homem falecido, ou mulher, ou criança, e esta resolução deverá ser expressa do fundo do coração.(a oração feita em pé).
  • A fórmula “Deus é o Maior – Allah Akbar” é usada quatro vezes na oração: a primeira vez começo da oração, e depois recita-se Surata al-Fatiha ( a abertura do al-Qur´an), apenas.
  • Então ergue as suas mãos enquanto diz o segundo “Allah Akbar”, e depois disto recita a oração de Abraão, como se segue: “Ó Deus, abençoa Muhammad e a sua família, como tens abençoado Abraão e a sua família; Tu és o Bondoso, o Exaltado. Concede a Tua Benção a Muhammad e a sua família, conforme a concedeste a Abraão e a sua família; Tu és o Bondoso, o Exaltado”.
  • Em seguida ergue as mão e diz pela terceira vez “Allah Akbar”, depois do que ora pelo defunto, empregando a oração tradicional, como se segue: “Ó Deus, concede a absolvição para os nossos vivos e os nossos ausentes, aos nossos jovens e nossos velhos, aos nossos homens e nossas mulheres. Ó Deus, para quem quer que seja de nós, Tu dás vida, deixa-o ser como um Muçulmano, e seja quem for de nós, Tu o tomas para Ti, deixa-o ser como um dos fieis (crentes). Ó Deus, não nos prives de recompensa da nossa partida única, e não nos submetas a julgamento com resultado da morte.” É também permitido usar outras orações além daquelas que aqui são indicadas.
  • Depois, erguem-se as mãos enquanto se diz o quarto “Allah Akbar”, e aí, em seguida, mantém-se em curto silêncio, ou senão, pode-se repetir: “Ó Deus, não nos prives da recompensa de nossa partida única, e não nos submetas a julgamento como resultado da sua morte.” Então diz-se a fórmula de encerramento da oração uma vez (Assalamu Alaikum Warahmatullah), e com isto a oração do funeral está acabada.
  • A pratica deixada pela Sunnah do Profeta é que a oração do funeral seja executada em grupo se uma quantidade de Muçulmanos estiver presente; isto é feito da seguinte maneira: o Imam ou o dirigente da oração está de pé à frente, e os presentes rezam em três fileiras atrás dele; este é o modo de proceder recomendado.

Caso o falecido seja uma criança a oração é a mesma,porém depois do terceiro “Allah Akbar”, em vez de rogar o perdão de Deus para o defunto (afinal é uma criança), é dita a seguinte oração: “Ó Deus, fá-lo um precursor para ir à frente dos seus pais, e torna-o numa recompensa e num tesouro acumulados para eles”.

O Transporte do Caixão:

O cortejo fúnebre deve acontecer rapidamente,como diz o Profeta:

“Levai o falecido imediatamente, porque se ele foi um bom homem, então vós estais a tomar-lhe as boas coisas, e se ele não foi, então vós diminuireis o infortúnio de vossos ombros tão logo que for possível”. ( Al-Bukhari e Muslim)

O seguimento do caixão fúnebre é uma prática certificada na Sunnah do Profeta, e pode ser feita de uma das três maneiras:

1ª.) Reza-se perante o caixão com o defunto(oração fúnebre), e depois aquele que queira pode retirar-se.

2ª.) O caixão fúnebre é seguido para a cova, e os que estão presentes aguardam até que o defunto tenha sido enterrado, e então partem.

3ª.) Aqueles que estão presentes esperam depois do enterro, e rezam pelas graças de Deus para o finado, e rogam-Lhe que o Fortaleça na sua fé, e oram por clemência para a sua alma. Esta é a maneira que será a mais recompensada por Deus.

Quem estiver levando o caixão deve se portar da seguinte maneira:

  • Ele deverá ser humilde e prestar atenção ao seu próprio fim e aos seus deveres; ele deverá tomar advertência por causa da morte, e do destino do morto. Deverá continuar a repetir o nome de Deus e rezar pelo finado sem elevação da sua voz; não deverá falar de coisas mundanas ou permitir-se que seja distraído pelo riso, ou outra coisa semelhante.
  • É recomendado que ele não deve assentar-se até que o defunto seja baixado na terra. Mas não há objeção para alguém que precede o morto sentar-se antes da chegada do caixão fúnebre.
  • É repreensível para qualquer dos acompanhantes do caixão fúnebre ir a cavalo ou de carro; se, todavia, alguém não puder andar a pé e, por necessidade, é obrigado a ser levado a cavalo ou de carro, então a Sunnah é que ele seja levado atrás do cortejo.
O Enterro:
A sepultura:
  • A  sepultura deverá alcançar a profundidade do peito de homem, e deverá, preferivelmente, ser bem feita e espaçosa.
  • Segundo a Sunnah, deve ser feito um nicho na parede lateral da sepultura como foi feito na sepultura do Profeta. Este nicho é uma concavidade, qual é um abrigo escavado no fundo da cova, no lado da parede que está voltada para a Caaba, aonde o defunto será colocado.
  • Se o nicho não puder ser feito, então uma trincheira e escavada no fundo da cova pôr o cadáver. Esta trincheira é escavada no chão da sepultura, e depois de o morto ter sido colocado nela, é coberto com uma tampa de modo que nenhuma terra caia sobre o corpo.
  • O morto deve ser enterrado em cemitério Islâmico, a não ser que isto seja impossível. Todavia é recomendável que um mártir morto na batalha seja enterrado onde quer que ele tenha morrido se isso for possível, como foi feito com aqueles martirizados da batalha de Uhud, que Deus esteja satisfeito com eles.

Como é o defunto enterrado na cova?

  • É recomendável que o defunto seja posto dentro da sua cova da direção em que estejam os seus pés, se isto for possível.
  • É recomendável que se cubra a sepultura de uma mulher com um lençol.
  • A mulher é colocada na sua sepultura pelo homem parente dentro dos limites proibidos dos graus de casamento, ou se isto não for possível, por algum homem idoso presente que seja capaz de a levar para a cova. Os parentes do sexo masculino, dentro dos limites proibidos dos graus de casamento, são aqueles que eram tolerados em ver a mulher enquanto foi viva, e que eram autorizados a acompanhá-la nas viagens.
  • O defunto é colocado no nicho sobre o seu lado direito com a sua face na direção da Caaba. Ele será colocado perto da parede de maneira que ela (a parede) não se abata sobre a sua face, e seja suportada por um montão de terra atrás dele de modo que ele não role a suas costas.
  • Todos os que o colocam na cova dizem: Em nome de Deus, e na fé do Profeta de Deus.
  • As ligações da mortalha na cabeça e nos pés são desfeitas.
  • Logo que o cadáver foi colocado na cova, uma parede de tijolos de barro é erguida próximo dele, cujos interstícios são tapados com barro (ou outra coisa) para impedir a caída de qualquer terra sobre ele. Em vez de tijolos de barros, canas ou coisas parecidas (por exemplo madeiras) podem ser usadas.
  • É recomendável espalhar a poeira sobre a cova por três vezes, depois do que a terra será deitada para ela.

O que é feito na sepultura depois do enterro?

  • A parte superior da sepultura deverá ser elevada uma mão acima do solo, de modo a que seja reconhecida como uma sepultura e, ass, os transeuntes tomarão cuidado para não passar por cima dela, e rogarão a misericórdia de Deus para quem está na sepultura.
  • Não há mal em marcar a sepultura com uma pedra ou coisa semelhante para mostrar que se trata de uma sepultura.
  • É melhor fazer convexa a superfície da sepultura do que fazê-la plana.
  • É proibido construir qualquer estatura sobre a sepultura, ou emplastrá-la, uma vez que isto era uma prática pré-Islâmica.
  • É repreensível sentar sobre ou encostar à sepultura, e é proibido procurar obter abrigo entre os túmulos.

No próximo post,o último da série sobre o Funeral Islâmico falarei sobre a visitação a sepultura,o período de luto e erros mais comuns das pessoas.

 Maa Salama!

Anúncios