Tags

, , , , ,

Salaam

Recebi de uma leitora algumas dúvidas que eu achei interessante responder via post,pois são dúvidas comuns de novos convertidos,então responderei pergunta por pergunta:

Como você “enfrentou” seus familiares quando decidiu se converter?

Eu fiz um post(antigo) de como contei que queria ser muçulmana para minha família,não é uma tarefa fácil,mas necessária.Minha família é católico praticante,então foi bem difícil contar.Como devo contar?Bom,não há uma maneira certa,mas aconselho você a contar em um dia calmo,você deve falar pacientemente,passo a passo do porquê que você quer ser muçulmano(a),bem detalhadamente.Você pode contar individualmente(como eu fiz),para cada parente por vez.Eu aconselho você contar assim se você tem um parente mais flexível,que possa ajudar você depois,comigo tive meu pai assim e minha irmã,então foi mais fácil contar pra minha mãe com o apoio deles.

Quanto a questão do hijab creio que essa é a mais difícil.Tem muçulmanas que as família nem são tão praticantes da religião e nem se importam da filha se converter a uma nova religião,exceto se essa religião fizer ela usar um véu e for “terrorista”.Nessa parte você deve explicar BEM!Dizer que o Islam não obriga você a se vestir assim e você usar porque quer,porque você se sente melhor.Dizer que o Islam não é terrorista,que isso não passa de um engano da mídia.Se sua família se opuser a sua escolha você não deve deixar de pratica-lá.O Islam diz que você deve obedecer seus pais,sua família,mas se eles se opuserem ao Islam,você deve continuar nele.Minha mãe não gostou da ideia quando eu contei,na verdade fiquei um bom tempo sem falar com ela,foi difícil,mas mantive minha fé em Allah,e coincidência ou não,minha hoje é muçulmana.Então tenha fé,paciência que tudo se resolve.

O que é “demais” na novela(o clone), que não condiz com a realidade?

Esse post : https://amulhereoislam.wordpress.com/2011/01/10/o-clone-e-o-islam-2/ está explicando justamente isso,o que não condiz com a realidade.Quem ainda tem dúvida,aconselho a ler.

Quais são as liberdades e proibições para os muçulmanos no “Mundo Ocidental”, tal como, praia, clubes, cinema, tv, internet,sexo pós casamento, dirigir, etc…?

Bem no Islam existem certas regras,mas todas para o bem do muçulmano.A questão da praia e de clubes é:não é proibido,o que é proibido são sua atitudes lá.Por exemplo,você não deve usar biquíni na praia ou em clube pois lá terá homens que não são da sua família,por tanto não pode.Você pode ir usando hijab,as pessoas estranham,é algo difícil,mas não é proibido.Quanto a clubes a mesma coisa,de hijab,a não se que nesse clube so vá mulheres.Se você for a um clube que so vá mulheres,ou em uma piscina de alguém se sua família ai você pode usar biquínis e maiôs.Tv e internet há uma grande polêmica em relação há isso,no Islam não é proibido,mas você deve ter cuidado com o que assiste e navega.Sites anti-islâmico,programas pornográficos,esse tipo de coisa não faz bem a sua mente,então não é permitido.

Quanto ao sexo o islam diz que só é permitido depois do casamento,mas caso um mulher foi viúva ou divorciada ai não tem como ela ser virgem.Mas no entanto ela deve manter se casta,digo,só voltar a praticar a relação sexual se ela se casar de novo,e essa regre é para homens também.Aconselho a ler esse post:https://amulhereoislam.wordpress.com/2010/10/04/a-sexualidade-no-islam/ . Quanto a dirigir homens e mulheres podem dirigir.E tem a questão do trabalho,mas ao contrário do que pensam mulheres podem trabalhar se quiserem,desde o emprego não faça ela ficar ausente na sua família,e não faça que ela tenha que praticar atividades que não condizem com sua condição como mulher.Para melhor entendimento aconselho a escutarem(baixarem) esse áudio:http://www.4shared.com/audio/2bD7XgvR/A_Muulmana_e_o_Trabalho.html? .

E quanto receber visitas em casa?

No Islam diz que é de muito boa atitude visitar ou receber em casa muçulmanos,família,amigos…No entanto uma mulher muçulmana não pode ficar sozinho com um homem que não for de sua família,pois o profeta dizia que quando um homem está sozinho com uma mulher,o Shaytan(Satanás) é a terceira pessoa.Então homens não poder ficar sozinho com mulheres para se preservar e manter boas relações. A muçulmana não pode ficar sem hijab na frente de homens que não são da sua família,então se for receber a visita de algum homem a muçulmana não deve ficar sem hijab na frente dele e nem sozinho com ela.Se ela for ficar na companhia de mulheres ou da sua família,ela pode ficar sem hijab.Aconselho quem tem dúvida escutar(baixar) esses três áudios:

Irmandade Entre as Muçulmanas:http://www.4shared.com/audio/rmbBVNe7/Irmandade_Entre_as_Muulmanas.html?

A muçulmana e seus vizinhos:http://www.4shared.com/audio/K7sqsJzZ/A_muulmana_e_seus_vizinhos.html?

A amizade entre homens e mulheres no Islam:http://www.4shared.com/audio/xO_Bj92q/Amizade_entre_Homens_e_Mulhere.html?

Posso ir á uma Mesquita sem a companhia de um Muçulmano?

Pode claro que pode,mas existem certas regras.Por exemplo: uma mulher deve observas suas vestimentas,nada muito curto e colado,se tiver algum véu aconselho a usar lá.Para saber mais de como se portar em uma mesquita leia:

http://www.amulhernoislam.com/2010/11/primeira-visita-mesquita.html

Eu teria a liberdade de converter mesmo sendo casada?

Sim,porém a muçulmana não deve se casar ou estar casada com um não muçulmano.Ou seja,a mulher pode se converter ao Islam sendo casada,mas só poderá continuar casada se o seu marido for muçulmano ou se converter ao Islam.Mas ai você se pergunta :” Ué,um muçulmano pode casar com não muçulmanas e muçulmanas não podem se casar com não muçulmanos” .Peraí,que eu vou explicar isso ai:

Primeiro de tudo só é permitido para muçulmanos casarem com cristãs e judias,nada mais.Porque elas provém de 2 religiões na qual são monoteístas e os muçulmanos sabem sua origem e o que pregam.Mas e porquê muçulmanas não podem casar cristãos e judeus?Eis a resposta:

Primeiro, o homem é o cabeça do casal, aquele que mantém a família, e é responsável por sua esposa. E enquanto que o Islam garante a liberdade de crença e prática à esposa cristã ou judia de um Muçulmano, guardando os direitos dela para com a sua fé, outras religiões, tais como o judaísmo e o cristianismo, não garantem à esposa de uma fé diferente a liberdade de crença e prática, nem lhe resguardam seus direitos. Sendo este o caso, como pode o Islam arriscar o futuro das suas filhas, empregando-as nas mãos de gente que nem respeita a religião dela nem se preocupam em proteger os direitos dela?(*)

O casamento entre um homem e uma mulher de crença diferente pode se basear somente no respeito pelo marido à crença da sua esposa; em caso contrário, não se poderá desenvolver um bom relacionamento. Já o Muçulmano acredita que tanto o judaísmo como cristianismo originaram-se da revelação divina, apesar de lhes serem introduzidas distorções posteriores. Ele também acredita que Deus revelou a Torá a Moisés e o Evangelho a Jesus e que tanto Moisés com Jesus foram dentre os mensageiros de Deus que se distinguiram por sua imperturbável determinação. Dessa forma, a esposa cristã ou judia de um Muçulmano vive sob a proteção de um homem que respeita os princípios básicos de sua fé, sua escritura, e seus profetas, enquanto que, inversamente a isto, o judeu e o cristão não reconhecem nem a origem divina do Islam, do seu Livro, ou o seu Profeta. Como poderia então uma mulher Muçulmana conviver com um tal homem, quando a religião dela lhe exige a obediência de certos proibição? Seria impossível para uma mulher Muçulmana conservar o respeito pelas suas crenças bem como praticar a sua religião corretamente se ela fosse contrariada nesse sentido pelo senhor da casa a cada passo.(*)

O muçulmana não é que manda no casal ou na mulher,mas ele é que a protege,sustenta e cuida,então assim uma não muçulmana teria todos esses cuidados casando com um  muçulmano,mas e a muçulmana?Teria todos esses direitos casando com um não muçulmano?Isso não é radical da parte do Islam,isso é sim pra proteção da mulher.E no Islam por mais que seja permitido para o homem casar com uma não muçulmana é desaconselhado,é preferível mil vez que se casa com uma muçulmana.

“Mas Habibah então devo me separar?”Dê tempo ao tempo,apresente aos poucos o Islam ao seu marido,se ele depois disso não quiser se converter ai será melhor que se separe mesmo.

(*) Parte extraído do blog : http://vejamcomosoufeliz.blogspot.com/

Bom,é isso ai,esse post foi para isso:esclarecer.

Espero que tenha ajudado.

Maa Salama!




Anúncios