Tags

Salam!!

Olá! hoje vou falar um pouco mais sobre a família no Islam.Vou falar sobre começar uma família,sobre ser pais.

Ser Pais:

Em uma família islâmica,cada membro tem a sua função,e todos são importantes.A mãe,o pais,os filhos,cada um faz a sua parte para que assim a família possa conviver em harmonia.O Profeta dizia:

“Cada um de vocês é um pastor, e todos vocês são responsáveis pelos seus rebanhos.” Bukhari,  Muslim

O pai é o pastor de sua família, protegendo-a e sustentando-a ,sendo o líder.A mãe é a pastora sobre a casa,cuidando-a e promovendo um lugar mais harmonioso para se viver.A mãe também é principal responsável pelo cuidado dos filhos,é claro que o pai também é super importante,mas vocês sabem né,mãe é mãe rsrs.Se não fosse pelo fato de um dos pais assumir o papel de liderança, inevitavelmente haveria disputa e briga perpétuas, levando ao colapso familiar – assim como haveria em qualquer organização que carecesse de uma única autoridade hierárquica.Mas,deixando claro, isso não significa que o homem valha mais que a mulher dentro da família,afinal o cuidado dos filhos vem em maior parte da mãe,e os Islam valoriza muito isso.

Um dia um um homem foi até o Profeta e disse:

– “Ó Mensageiro de Deus!  Quem entre a humanidade merece o meu maior companheirismo?”   

Ele respondeu:  -“Sua mãe.”

O homem perguntou: -“E depois, quem?”

O Profeta disse:  -“Sua mãe.”

O homem perguntou: – “E depois, quem?”

O Profeta repetiu:  -“Sua mãe.”

De novo, o homem perguntou:  -‘E depois, quem?’

O Profeta finalmente disse:  -“(Então) seu pai.”

Nessa pequena conversa,o Profeta mostra como o Islam valoriza sim as mulheres,principalmente o seu papel de mãe.

Quanto às crianças, os frutos do amor de seus pais, o Islam estabelece ensinamentos morais abrangentes prescrevendo a responsabilidade parental e os deveres recíprocos da criança em relação aos seus pais.

“E decretou benevolência para com seus pais.  Se um deles ou ambos atingem a velhice, junto de ti, não lhes digas um palavra (sugerindo) desgosto, nem os desaprove, mas lhes fale com reverência.  E se humilhe perante eles, por misericórdia, e ore: ‘Meu Senhor!  Tem misericórdia deles, como quando eles cuidaram de mim, na minha infância.’” (Alcorão 17:23-24)

Claro que se os pais fracassarem na educação dos filhos,e não se importarem com isso,eles não poderão esperar a gratidão dos filhos e a recompensa de Deus.O Alcorão nos diz:

“Ó vós que credes!   Guardai-vos a vós mesmos e a vossas famílias do Fogo, cujo combustível são homens e pedras.” (Alcorão 66:6)

Se os pais de fato se empenham para educar seus filhos com virtude, então, como o Profeta disse:

“Se o filho de Adão morre, todas as suas ações cessam exceto [três, caridade contínua, conhecimento benéfico e] um filho virtuoso que ora por seus pais.” Bukhari, Muslim

Independentemente de como os pais educam suas crianças e de sua própria religião (ou falta dela), a obediência e reverência exigidas de um filho ou filha muçulmanos ficam atrás apenas da obediência devida ao Próprio Criador.  Por isso o Seu lembrete:

“E lembra-lhes de quando firmamos o pacto com os Filhos de Israel, (dizendo): ‘Não adoreis senão a Deus e tende benevolência para com os pais e os parentes e com os órfãos e os necessitados; e dizei aos homens belas palavras e cumpri a oração, e fazei caridade.’” (Alcorão 2:83)

De fato, é muito comum ouvir sobre não-muçulmanos idosos se convertendo ao Islam como resultado do maior cuidado e dedicação que seus filhos lhes dão após (seus filhos) terem se tornado muçulmanos.

“Dize (Ó Muhammad): ‘Vinde, eu recitarei o que vosso Senhor vos proibiu:  não associeis nada em adoração com Ele; tende benevolência com seus pais; não mateis vossas crianças por medo da pobreza – Nós vos damos sustento e a eles…”   (Alcorão 6:151)

Concluindo,nós podemos ver o que Islam é justo com todos! E valoriza todos os bons atos,por menores que sejam!!

Baseado em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/393/

Maa Salama!





Anúncios